Alterações Climáticas e a Agenda para o Desenvolvimento Sustentável

Nos dias 23 e 24 de Março teve lugar um evento de alto nível das Nações Unidas em Nova Iorque sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável cujo tema foi “Climate Change and the Sustainable Development Agenda”.
Na cerimónia de encerramento, Peter Thomson, Presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas, agradeceu aos estados membros e aos parceiros o nível de interesse e o entusiasmo demonstrado no debate sobre a forma como agir urgentemente em relação às alterações climáticas e sobre como fazê-lo de forma a aproveitar as oportunidades de acção mútuas no âmbito da Agenda 2030 e do Acordo de Paris.
Neste evento, Andorra, Arménia, Filipinas e Tajiquistão anunciaram a ratificação do Acordo de Paris. Mais de 80 Estados membros da ONU enfatizaram o seu forte compromisso com a implementação dos dois acordos que são tão críticos para o futuro da humanidade.
Os oradores reafirmaram que a grande preponderância da evidência científica aponta para um clima global em mudança e que está a ocorrer a uma velocidade e escala sem precedentes. Apontaram os impactos que já estamos a enfrentar – o aumento da temperatura, o aumento do nível do mar, tempestades e inundações, secas prolongadas, o derretimento dos glaciares e a perda de biodiversidade – e que a mudança climática não é apenas uma ameaça em si mesma, mas um multiplicador de outras ameaças, incluindo insegurança alimentar, escassez de água, perda de meios de subsistência, deslocação de populações e um motor de instabilidade regional.
Muitos oradores fizeram alusão às oportunidades que serão criadas para as pessoas e para os Estados, fomentando o crescimento económico verde. Ressaltaram que a ação climática pode-se tornar uma fonte de geração de riqueza, destacando exemplos da criação de postos de trabalho e de novos negócios e avanços tecnológicos no mercado da energia limpa e renovável, bem como anunciaram uma série de importantes iniciativas lideradas por empresas nacionais.
Ficou clara a necessidade de todas as partes interessadas se empenharem de forma significativa em esforços coletivos para lidar com a mudança climática, inclusive como parte de esforços abrangentes para implementar tanto a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável como o Acordo de Paris.
A mensagem mais forte foi a necessidade de expandir urgentemente esforços e ações e nesse sentido discutiu-se a mobilização de financiamento e investimentos para implementar a Agenda de Clima e do Desenvolvimento Sustentável, inclusive através do uso de instrumentos de financiamento inovadores e alavancando as finanças públicas bem como a necessidade de as Nações Unidas continuarem a apoiar esses esforços.
Discutiu-se a importância de políticas inteligentes e marcos regulatórios para reduzir as emissões de gases com efeito de estufa, o que também pode trazer benefícios cruzados para outros objetivos do desenvolvimento sustentável incluindo saúde pública, igualdade de género e crescimento económico sustentável.
Foi também reiterada a importância de envolver as mulheres como parte dos esforços para enfrentar o desafio do clima e para promover economias diversificadas bem como a juventude como motoras de mudança e a quem devemos dedicar o trabalho e esforço contidos na implementação das agendas.
Ficou latente o tremendo potencial da inovação e da tecnologia para impulsionar os esforços transversais no clima e no desenvolvimento sustentável.
O evento terminou assegurando que as  discussões se tornarão uma base para levar a cabo uma acção ambiciosa, coerente e integrada sobre as alterações climáticas e o desenvolvimento sustentável.
António Guterres, Secretário Geral das Nações Unidas foi incisivo: “We are dealing with scientific facts, not politics. And the facts are clear. Climate change is a direct threat in itself, and a multiplier of many other threats…First, climate change is an unprecedented and growing threat – to peace and prosperity and the same in relation to the Sustainable Development Goals. Second, addressing climate change is a massive opportunity that we cannot afford to miss…Tackling climate change is a tremendous opportunity for Governments and business as there is no trade-off between a healthy environment and a healthy economy…We can have both. Green business is good business,” 

maxresdefault

(Pode ouvir a intervenção de António Guterres aqui)

Patricia Espinosa, Secretária Executiva da Convenção Quadro das Nações Unidas para as Alterações Climáticas referiu: “This challenge is immense. Inaction or insufficient action will destabilize the natural systems that underpin all social and economic developmentWe have truly entered the era of implementation. It is up to us, collectively as one community of nations, to accelerate action that builds a better future for all,” 

Maria João Ramos

Fontes:

http://www.un.org/apps/news/story.asp?NewsID=56405#.WNwJKxjMyYW

http://www.un.org/pga/71/2017/03/24/closing-of-high-level-sdg-action-event-climate-change-and-the-sustainable-development-agenda/

http://enb.iisd.org/download/pdf/enb3227e.pdf