Instrumentos financeiros que apoiam o combate às alterações climáticas, desenvolvidos pela Get2C, são apresentados em Nova Iorque no próximo dia 20 de setembro

Lab Innovation Summit

No próximo dia 20 de setembro, em Nova Iorque, a Get2C vai apresentar dois projetos selecionados pelo The Lab e premiados pela sua inovação na área de financiamento climático.

Investidores e representantes de governos vão-se reunir à margem da Assembleia geral das Nações Unidas e da Semana do Clima de Nova Iorque para lançar novas iniciativas e empresas que mobilizarão financiamento para enfrentar o clima em mudança.

Fundado em 2014, o The Lab incuba um pequeno número de iniciativas todos os anos. No passado, os projetos selecionados mobilizaram mais de 700 milhões de dólares.

O The Lab identifica, desenvolve e lança instrumentos financeiros sustentáveis que podem gerar milhões para projetos que conduzam a uma economia de baixo carbono. É composto por vários setores regionais e programas setoriais: The Global Innovation Lab for Climate Finance, o Brasil Lab for Green Finance, o India Innovation Lab for Green Finance, e o Fire Awards for Sustainable Finance.
O The Lab é uma competição para as ideias de financiamento climático mais inovadoras na área da mitigação e adaptação, composto por 4 fases e, em cada uma delas, os projetos distinguidos, avançam em termos do seu desenvolvimento. Cada um dos novos instrumentos selecionados, como é o caso dos da Get2C, tem sido sujeito a quase um ano de verificação e desenvolvimento de um grupo de investidores e de decisores de alto nível, incluindo:Africa Finance Corporation, Blackrock, Bloomberg Philanthropies, Brazilian National Development Bank (BNDES), CAIXA, Climate Investment Funds, Development Bank of South Africa, DeutscheBank, IDB, IFC, OPIC, Rockefeller Foundation, Willis, e os governos do Brasil, Alemanha, Estados Unidos da América, Reino Unido, entre outros.

Sobre os Instrumentos selecionados e premiados:

Renewable Energy Scale-Up Facility (RESF),  é uma plataforma que visa gerar financiamento privado para  fases iniciais de projetos no âmbito das energias renováveis em mercados emergentes.
O RESF é um projeto da Get2C e da Baker & McKenzie, pretende mobilizar 100 milhões de dólares para este efeito e foi uma das três ideias vencedoras, entre 125 participantes.
Green Receivables Fund
O Painel do Brasil Lab avaliou propostas vindas de todo o mundo, através de um concurso de ideias, que foram selecionadas com base na sua capacidade de ação, inovação, potencial para catalisar finanças privadas em escala e de apoiar as prioridades nacionais de clima do Brasil.
The Green Receivables Fund visa permitir desenvolver iniciativas relacionadas com as energias renováveis e a eficiência energética, ao utilizar, de forma criativa, os instrumentos financeiros já existentes como é o caso do Fundo de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC). Este projeto proposto pela Albion Capital e pela Get2C Brasil ao The Global Innovation Lab for Climate Finance permite fazer aumentos de capital nos primeiros estágios de desenvolvimento das iniciativas e uma transição para investidores privados, permitindo às empresas captar recursos através da securitização de recebíveis e aplicá-los a projetos verdes. O instrumento considera dois pilotos iniciais: iluminação pública com eficiência energética no Rio de Janeiro e um PV solar de 90 MW num total de 50 milhões de dólares.