Mercado de carbono (resumo semanal – 27/01/2020)

Valor do mercado de carbono cresceu
Um estudo publicado pela Refinitiv refere que o mercado global de carbono cresceu cerca de 34% em 2019, um aumento que se deve essencialmente ao crescimento do mercado Europeu, que representa cerca de 80% dos volumes transaccionados, e que viu os seus preços por licença aumentarem de 9€/EUA para cerca de 25€/EUA, entre 2018 e 2019. Este foi o terceiro ano de crescimento do mercado de carbono tendo este crescido cerca de cinco vezes em 2 anos. De um modo geral, todos os mercados de carbono cresceram apesar de os volumes transaccionados terem sido menores.

Highlights da Cimeira do Fórum Económico Mundial (FEM)
O tema das alterações climáticas teve um grande destaque na Cimeira do FEM, que terminou em Davos na semana passada. Um dos temas abordados relacionou-se com a necessidade de discutir a inclusão do risco climático nos modelos económicos dos bancos centrais. O Secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, reforçou no seu discurso a mensagem que tem vindo a passar sobre o tema e a necessidade de acção rápida, tendo referido que apesar de muitos países mais pequenos estarem comprometidos em atingir a neutralidade carbónica, se os grandes emissores como a China e Estados Unidos não atuarem o problema não será resolvido. Também Greta Thunberg discursou no FEM, tendo pedido um maior esforço na limitação das alterações climáticas alertando que o mundo tem apenas 8 anos para evitar danos mais severos para o planeta. Durante a Cimeira foi ainda lançada uma iniciativa para a plantação de 1 bilião de árvores até 2030 em todo o mundo, que recebeu o apoio de Donald Trump.

Especialistas do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas reúnem-se em Faro
Está a decorrer durante esta semana na Universidade do Algarve um encontro de cerca de 260 especialistas que integram o Grupo de Trabalho II do Painel Intergovernamental sobre Alterações Climáticas (IPCC), sobre os impactos das alterações climáticas nos sistemas naturais e humanos e as suas vulnerabilidades. O objetivo deste encontro é o de avançar com as preparações para o segundo rascunho do sexto relatório de avaliação do IPCC, que vai ainda ser revisto pelos governos e especialistas em agosto de 2020 para ser lançado em 2021.

Click here to change this text