Os acordos históricos têm sempre um “mas” (in Expresso)

O acordo de Paris representa “um passo de gigante” nas negociações internacionais para combater as alterações climáticas. Mas (há sempre um ou vários “mas”) o objetivo ambicioso de impedir que as temperaturas subam menos de dois graus Celsius (e se aproximem de 1,5ºC) não está, para já, alicerçado em metas que o defendam. A análise de três elementos da delegação portuguesa em Paris

 

Fonte da imagem:http://saopaulo.ambafrance-br.org/-Portugues-